Elas morriam de vergonha de gravar vídeos, mas sabiam que precisavam se desafiar.

Desde a nossa primeira reunião brincávamos sobre o nosso case do Doutor dos Vídeos e elas ficaram muito inspiradas.

Tinham potencial enorme pois já davam palestras na sua cidade bem como aula em uma pós graduação de Odontologia.

Mas aquela telinha quadrada intimidava ela e as duas sócias de uma conceituada Clínica Odontológica da sua cidade.

Durante muito tempo fizeram o marketing tradicional: anúncios no rádio, entrevista na televisão, assessoria de imprensa, revistas e também mídias sociais.

Só que não investiam do jeito certo e sabiam que podiam ir mais longe fazendo do jeito certo.

Começaram a estudar marketing digital e um universo inteiro se abriu perante seus olhos.

Elas queriam ser uma referência em Odontologia na sua região e poder inspirar outros dentistas Brasil afora.

Mas antes… precisavam fazer um case para elas.

Começamos o trabalho e desde as primeiras semanas elas, timidamente, começaram a criar coragem, desafiar-se e gravar os vídeos.
Seu coração ficou cheio de esperança. Era esse o caminho!

Até que um dia fizeram uma live onde uma aplicava um procedimento na outra sócia.

Aquilo bombou!

Pegaram uma crença limitante muito forte na sua audiência e estamparam: viu? Nem dói tanto.

Depois disso mantiveram a frequência nos vídeos, gerando conteúdo.

Começaram as estratégias de anúncios. Elas verdadeiramente estudavam o assunto e acabávamos trocando muita experiência.

O fato delas estudarem cursos online e frequentarem eventos de marketing digital foi super positivo para o projeto.

E aí que, depois de cinco meses de projeto, veio o resultado
Mas mais do que isso, depois desse momento viu que sua secretária tinha um papel fundamental no consultório.

A secretária deveria fazer o papel de vendedora, e assim o fez.

Afinal, cada conversa valia R$ 178,00. Caso fosse bem sucedida, botava R$ 178,00 no bolso, caso não, perdia esse mesmo valor.

Aquilo fez seus olhos brilharem e direcionar todos os seus esforços para criar uma verdadeira máquina de vendas com suas mídias sociais.

E assim o fez. Acabou reduzindo 90% do investimento em outras mídias e centralizou todos os seus esforços no Facebook e Instagram.

Essas e outras histórias você continua acompanhando por aqui. 

Mas a minha pergunta é: quando a sua história vai aparecer aqui?
PS: Preservamos os nomes e perfis dos clientes justamente por divulgarmos números e dados sobre cada negócio. Entretanto, todas as histórias aqui contadas, são de clientes (ou ex-clientes) reais.